Contato

SOF

A cerclagem uterina é indicada para gestantes com útero bicorno?

| 12 jul 2017 | ID: sof-36616
Esta SOF foi útil pra você?
Reload

Enter the code

Anormalidades de fusão mulleriana como útero bicorne e unicorne estão associadas à insuficiência cervical. Por isso a cerclagem cervical frequentemente é recomendada, mas as evidências de eficácia do procedimento são limitadas 2.

Anomalias congênitas que distorcem ou reduzem o tamanho da cavidade uterina, como útero bicorne, estão associadas com desfechos insatisfatórios de gravidez. Há um aumento no risco de abortamento, bem como de descolamento da placenta, restrição do crescimento intrauterino e trabalho de parto pré- termo 1. Por isto esta gestante deve ser acompanhada em conjunto com um serviço de referência em pré- natal de alto risco.
Apesar disso geralmente o útero bicorno está associado a menos complicações reprodutivas do que outras anomalias uterinas. As mulheres com esta anomalia têm cerca de 60% de probabilidade de gravidez bem-sucedida. O Parto vaginal é possível, mas a ruptura do útero durante o parto tem sido relatada.
O útero bicorno é caracterizado pela presença de útero em forma de coração com um sulco externo na cúpula uterina e presença de septo intrauterino muscular dividindo o útero. Correspondem a 10% das anormalidades uterinas diagnosticadas. O diagnóstico definitivo da anomalia pode ser feito através de Laparoscopia, ressonância magnética (RM) ou ultrassonografia tridimensional (3-D), pois a histeroscopia e a histerossalpingografia não podem distinguir entre septo e útero bicorno.
O aborto pode ocorrer em cerca de 30% -50% das gestantes. Assim, a terapêutica cirúrgica pode ser considerada em pacientes com aborto recorrente ou tardio, mas não no diagnóstico de infertilidade isolada. A metroplastia é tipicamente realizada através de laparotomia2.
Atributos da APS
Um dos Atributos da APS é a Coordenação do cuidado. Assim, mesmo referenciando esta gestante ao pré-natal de alto risco, ela deve continuar o pré-natal com a equipe de saúde da família. O acompanhamento deve ser feito em conjunto, com consultas alternadas.
A equipe de saúde da Família está mais próxima da moradia da paciente e deve facilitar o acesso, de maneira que qualquer intercorrência durante a gravidez possa ser identificada precocemente.

Bibliografia Selecionada

1. DECHERNEY, Alan H., NATHAN, Lauren, LAUFER, Neri, ROMAN, Ashley S. CURRENT: Ginecologia e Obstetrícia: diagnóstico e tratamento, 11th edição. ArtMed, 01/2015. [Bookshelf Online].
2. DynaMed [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Information Services. 1995 – . Record No. 905794, Congenital anomalies of female reproductive tract; [updated 2014 Oct 13, cited place cited date here]; [about 11 screens]. Available from https://www.dynamed.com/topics/dmp~AN~T905794/Congenital-anomalies-of-female-reproductive-tract