Contato

SOF

Como evitar a formação de criadouros do mosquito Aedes aegypti?

| 14 jan 2019 | ID: sof-41541
Esta SOF foi útil pra você?
Reload

Enter the code

As principais medidas para eliminar a formação de criadouros são:

• Manter as caixas-d’água bem fechadas.
• Lavar com água e sabão tonéis, galões ou depósitos de água e mantê-los bem fechados.
• Limpar e remover folhas das calhas deixando-as sempre limpas.
• Retirar água acumulada das lajes.
• Desentupir ralos e mantê-los fechados ou com telas.
• Colocar areia ou massa em cacos de vidro de muros.
• Lavar plantas que acumulam água como as bromélias duas vezes por semana.
• Preencher com serragem, cimento ou areia ocos das árvores e bambus.
• Evitar utilizar pratos nas plantas, se desejar mantê-los, colocar areia até a borda dos pratos ou xaxins.
• Tratar a água da piscina com cloro e limpá-la uma vez por semana.
• Retirar a água e lavar com sabão a bandeja externa da geladeira.
• Lavar bem o suporte para garrafões de água mineral a cada troca.
• Lavar vasilhas de animais com esponja ou bucha, sabão e água corrente, trocá-los uma vez por semana.
• Manter aquários para peixes limpos e tampados ou telados.
• Manter vasos sanitários limpos e deixar as tampas bem fechadas.
• Guardar garrafas vazias e baldes de cabeça para baixo.
• Jogar no lixo objetos que possam acumular água como latas, tampas de garrafa, copos descartáveis.
• Manter a lixeira sempre bem tampada e os sacos plásticos bem fechados.
• Fazer furos na parte inferior de lixeiras externas.
• Descartar ou encaminhar para reciclagem os pneus velhos ou furá-los e guardá-los secos e em locais cobertos.
Em reservatórios de água abertos que não podem ser vedados, como cisternas e poços artesianos, recomenda-se coletar uma amostra de água com uma jarra, uma vez por semana, para verificar se há presença de larvas na água. Se houver, é necessário comunicar imediatamente a vigilância, para aplicação de larvicida. Não são considerados criadouros: açudes e poças de água em terrenos baldios com solo de terra e/ou areia, desde que não haja acúmulo de entulho ou lixo.
Os maiores índices de infestação pelo Aedes aegypti são registrados em domicílios urbanos, o Aedes é um mosquito que tem hábitos domésticos. Por esse motivo, é preciso o empenho da população para eliminar os criadouros, realizando a inspeção de suas casas pelo menos uma vez por semana.

Bibliografia Selecionada

1. Brasil. Ministério da Saúde.  Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. O agente comunitário de saúde no controle da dengue. Brasília: Ministério da Saúde, 2009:36p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/agente_comunitario_saude_controle_dengue.pdf
2. Brasil.. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Dengue instruções para pessoal de combate ao vetor. Manual de normas técnicas. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2001:84p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/funasa/man_dengue.pdf
3. Centers for Disease Control and Prevention. Dengue and the Aedes aegypti mosquito. Disponível em: http://www.cdc.gov/dengue/resources/30Jan2012/aegyptifactsheet.pdf
4. Fundação Oswaldo Cruz. Videoaulas Aedes aegypti. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2015. Disponível em: http://www.fiocruz.br/ioc/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=1785&sid=32