Contato

SOF

Deve-se tratar paciente assintomática com citopatológico de rotina com Gardnerella vaginalis?

| 30 nov 2018 | ID: sof-41335
Esta SOF foi útil pra você?
Reload

Enter the code

Só há indicação de tratamento em pacientes sintomáticas (queixa clínica de corrimento vaginal); ou resultado positivo para Gardnerella no citopatológico de pacientes que vão realizar um procedimento ginecológico (histerectomia ou interrupção da gravidez), visto risco de infecção cirúrgica.

Outro assunto interessante é o rastreamento e o tratamento de Gardnerella em gestantes assintomáticas. Os estudos sobre efetividade na redução de complicações perinatais (parto prematuro e baixo peso ao nascer) mostram resultados conflitantes. Por isso, não está recomendada a realização do rastreamento e tratamento de gestantes assintomáticas.

Bibliografia Selecionada

1. Brasil. Ministério da Saúde. Protocolos da Atenção Básica: saúde das mulheres. Brasília. 2015. p. 148. Disponível em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/biblioteca.php?conteudo=publicacoes/protocolos_ab
2. Centers for Disease Control and Prevention. 2015 Sexually transmitted diseases treatment guidelines. Atlanta: CDC, 2015. Disponível em: https://www.cdc.gov/std/tg2015/default.htm
3. Duncan BB, et al. Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidências. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013:p487.
4. Sobel JD. Bacterial vaginosis. Waltham (MA): UpToDate, 2015. Disponível em: http://www.uptodate.com/contents/bacterial-vaginosis