Contato

SOF

O que é Mucocele?

| 01 nov 2016 | ID: sof-35663
Esta SOF foi útil pra você?
Reload

Enter the code

A Mucocele é uma lesão não infecciosa benigna que se desenvolve em mucosa oral, geralmente resultante da ruptura do ducto de glândulas salivares menores (1,2) ou da presença de cálculos (sialolitos) que possibilitam a dispersão de mucina para o interior do tecido conjuntivo ou impedem a drenagem do muco através do ducto excretor danificado da glândula salivar. (1)

Complementação
O desenvolvimento da mucocele é comum em regiões traumatizadas, porém sua etiologia não é bem definida1. Crianças e adultos jovens são mais acometidos e o lábio inferior (1,2) (Fig. A) é a região mais afetada, contudo pode se desenvolver na mucosa bucal, língua (Fig. B) e soalho bucal (1).
Clinicamente as lesões são assintomáticas, com aparência bolhosa de um cisto mucoso, geralmente arredondados, de superfície lisa1, ligeiramente azuladas ou translúcidas e flutuantes (mucocele superficial) ou sem alteração de coloração da mucosa e mais firme à palpação (mucocele profunda), podendo haver episódios de esvaziamento e recorrência com enchimento repentino durante as refeições (3).
Geralmente, as mucoceles orais possuem crescimento lento, algumas podem desenvolver-se e regredirem espontaneamente (1,4) após um período de tempo curto, enquanto outras são crônicas necessitando de excisão cirúrgica para sua eliminação1 e posterior exame histopatológico5. Independentemente do tipo de tratamento cirúrgico escolhido, os pacientes devem ser orientados quanto aos fatores etiológico envolvidos, pois sua permanência poderá acarretar na recidiva das lesões (4).
O diagnóstico de mucocele é clínico e na anamnese deve-se investigar um trauma prévio (5). O profissional deve ficar atento aos diagnósticos diferenciais como hiperplasias fibrosas, papiloma focal, lipoma ou fibroma (1).

Atributos da APS
A Atenção Primária à Saúde deve ser a porta de entrada desse paciente para que o cirurgião-dentista realize o correto diagnóstico, tratamento e acompanhamento do mesmo.  Além disso, a garantia de integralidade e coordenação do cuidado.

Bibliografia Selecionada

  1. Valério RA, Queiroz AM, Romualdo PC, Brentegani LG, Paula-Silva FWG. Mucocele and Fibroma: Treatment and clínical features for differential diagnosis. Braz. Den. J. 2013 Sept-Oct;24(5):537-541. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-64402013000500537
  2. Neville BW et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2009.
  3. Baurmash HD. Mucoceles and ranulas. J Oral Maxillofac Surg 2003; 61:369-78. Disponível em: http://www.joms.org/article/S0278-2391(02)15680-1/abstract
  4. Santos TS, Martins PRS, Menezes FS, Maia MC, Carvalho RWF, Araújo FAC. Tratamento cirúrgico de mucocele utilizando a técnica de Shira: relato de caso. UFES Rev Odontol 2008; 10(4):53-8.Disponível em: http://www.publicacoes.ufes.br/RBPS/article/viewFile/459/323
  5. Ata-Ali J, Carrillo C, Bonet C, Balaguer J,  Peñarrocha M, Peñarrocha M. Oral mucocele: review of the literature. J Clin Exp Dent. 2010; 2(1):18-21. Disponível em: http://www.medicinaoral.com/odo/volumenes/v2i1/jcedv2i1p18.pdf