Contato

SOF

Qual o objetivo, quando e como realizar o teste da linguinha?

| 06 jan 2016 | ID: sof-22023
Esta SOF foi útil pra você?
Reload

Enter the code

O teste da linguinha é um exame padronizado que tem como objetivo diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa, que podem comprometer as funções de sugar, engolir, mastigar e falar1. De acordo com a Lei nº 13.002/2014 é obrigatória a realização do protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês em todos os hospitais e maternidades do Brasil2. O teste é simples, basta elevar a língua do bebê para verificar o frênulo. E deve ser feito o mais precoce possível. Caso o teste não tenha sido feito no hospital você poderá fazer na APS1.

O teste da linguinha é realizado por meio da aplicação do Protocolo de avaliação do frênulo lingual com escores para bebês. Este protocolo é dividido em história clínica, avaliação anatomo-funcional e avaliação da sucção não nutritiva e nutritiva. O protocolo tem pontuações independentes e pode ser aplicado por partes, até o 6o mês de vida1. As etapas estão descritas no quadro.

Para a triagem neonatal, nas primeiras 48 horas após o nascimento é realizada somente a avaliação anatomofuncional do bebê, considerando que o bebê demora de 15 a 20 dias para se adaptar às novas condições de vida. Esta avaliação inicial permite diagnosticar os casos mais severos e indicar a frenotomia lingual (pique na língua) já na maternidade. Se a soma total dos escores da avaliação anatomofuncional do protocolo for igual ou maior que 7, pode-se considerar a interferência do frênulo nos movimentos da língua e orientar a família sobre a necessidade da cirurgia. A única parte do protocolo que pode ser aplicada, e os seus escores considerados de forma isolada, é a avaliação anatomofuncional1.

Nos casos onde houver dúvida,normalmente quando o escore total da avaliação anatomofuncional for entre 5 e 6, ou não for possível visualizar o frênulo lingual, o bebê é encaminhado para reteste com 30 dias de vida, sendo que os pais devem ser orientados sobre possíveis dificuldades na amamentação, para que não ocorra o desmame precoce nesse período. No reteste é aplicado o protocolo completo. Para o reteste é necessário que o bebê esteja bem acordado e com fome, próximo à hora da mamada, para que possa ser realizada a avaliação da sucção nutritiva2.

Quando a soma das avaliações do Exame Clínico for maior que 9, pode-se considerar a interferência do frênulo nos movimentos da língua. Na avaliação geral do protocolo, quando a soma da história clínica e do exame clínico (escore de 0 a 25) for maior ou igual a 13, pode-se considerar a interferência do frênulo nos movimentos da língua1.

Quadro – Protocolo de avaliação do frênulo lingual.

1_SOF_enc_ Matriciamento Teste Linguinha

A cirurgia de liberação do frênulo, Frenotomia/frenectomia, pode ser realizada na APS por dentista ou médico habilitado.

Bibliografia Selecionada

  1. Martinelli RLC, Marchesan IQ, Berretin-Felix G. Cartilha do Teste da Linguinha: para mamar, falar e viver melhor. São José dos Campos, SP: Pulso Editorial, 2014. Disponível em: http://www.sbfa.org.br/portal/pdf/testelinguinha_2014_livro.pdf [ Acessado dia 03/05/2014, às 11h e 06min].
  2. BRASIL. Lei nº 13.002, de 20 de Junho de 2014. Obriga a realização do Protocolo de Avaliação do Frênulo da Língua em Bebês. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13002.htm [Acessado dia 11/05/2015, às 20h e 11min].