Contato

SOF - Áreas Temáticas

Apoio ao Tratamento Assinar Feed RSS

Como tratar hiperidrose primária localizada?

A primeira opção terapêutica é a aplicação tópica de cloridróxido ou cloreto de alumínio nas concentrações de 10% a 20% por três a cinco noites consecutivas nos locais afetados, até redução do suor, após manter uso uma a três vezes por semana, conforme necessidade. O produto deve ser aplicado à noite, com a pele seca, […]

Quais são as indicações de tratamento com oseltamivir para síndrome gripal?

O uso do Oseltamivir está indicado para determinados grupos de pacientes, independentemente da situação vacinal: Pacientes com síndrome gripal1 e alguma condição ou algum fator de risco para complicação: gestantes, puérperas até 2 semanas após parto ou aborto, crianças menores de 5 anos, idosos, população indígena aldeada, indivíduos menores de 19 anos de idade em […]

Quando está indicado realizar quimioprofilaxia com Oseltamivir?

Após exposição a caso suspeito ou confirmado de influenza, recomenda-se a realização de quimioprofilaxia com oseltamivir para os seguintes casos: – pessoas com risco elevado de complicações, não vacinadas ou vacinadas há menos de duas semanas; – crianças com menos de 9 anos de idade, com condições ou fatores de risco, primovacinadas, no intervalo entre […]

Novas Recomendações: Qual é o tratamento alternativo para sífilis primária na impossibilidade do uso de penicilina?

O tratamento para sífilis primária ou sífilis adquirida recente (menos de um ano de evolução), em pacientes não gestantes, pode ser feito com Doxiciclina 100 mg, via oral, de 12/12 horas por 15 dias ou Ceftriaxona 1 g, intramuscular ou intravenoso, 1 vez ao dia, por 8 a 10 dias.

Como tratar a depressão pós-parto?

O tratamento da depressão pós-parto é geralmente estabelecido conforme a gravidade do quadro depressivo apresentado. Esse tratamento é baseado nos mesmos princípios que norteiam a terapêutica da depressão não relacionada com o pós-parto. Assim, pode ser utilizada psicoterapia e/ou farmacoterapia e, em casos mais graves (como risco agudo de suicídio e/ou sintomas psicóticos associados), a […]

Cetoconazol oral é indicado para o tratamento de micoses cutâneas?

O cetoconazol oral não é mais indicado como primeira linha de tratamento para infecções fúngicas. O perfil de risco-benefício do cetoconazol é desfavorável e existem outras opções mais seguras para o tratamento sistêmico das micoses cutâneas. Portanto, candidíase e dermatofitoses não são mais indicações para uso de cetoconazol oral. Além disso, o cetoconazol somente deve […]

Deve-se suspender o uso de metformina em pacientes diabéticas que engravidam?

O uso da metformina é seguro na gestação, inclusive no primeiro trimestre e pode ser mantido em pacientes diabéticas que engravidam.

Quando os pacientes com hipercalemia devem ser encaminhados para emergência?

É recomendado encaminhar para emergência qualquer paciente com: – potássio sérico acima de 6,5 mEq/L; – hipercalemia e alterações eletrocardiográficas; – sintomas sugestivos de hipercalemia, como fraqueza muscular, paralisia flácida, palpitações ou parestesias; pacientes com risco de alterações abruptas nos níveis de potássio.

Deve-se realizar antibioticoterapia profilática em mordeduras por animais?

O uso de antibiótico para profilaxia de infecção em mordeduras por cães ou gatos é controverso e não deve ser realizado de rotina.

Paciente em uso prolongado de corticoide oral: quando/como fazer a retirada gradual?

Pacientes em uso prolongado de corticoide são considerados com possível risco de supressão do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal nas seguintes situações: recebendo dose diárias totais maior ou igual a 10 mg de prednisona (ou outro corticoide em dose equivalente) por mais de 3 semanas; recebendo dose noturna maior ou igual a 5 mg de prednisona por mais […]