Contato

SOF - Áreas Temáticas

Cuidados Primários de Saúde

Devo suplementar a Vitamina D em todos recém nascidos?

A suplementação de vitamina D de forma rotineira ainda permanece controversa. A UNICEF recomenda suplementação de vitamina D (200 a 400UI/dia) quando a luz solar for inadequada e em alguns bebês que tem um risco mais alto de deficiência (ex. crianças de pele escura). Por outro lado, a Academia Americana de Pediatria relata que o […]

Qual a melhor opção para prevenção secundária de Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico: Ácido Acetilsalicílico ou Clopidogrel?

Revisão sistemática que comparou o uso de Tienopiridinas (Clopidogrel/Ticlopidina) com o uso de AAS para prevenção de eventos isquêmicos para pacientes com alto risco cardiovascular (em especial AVC ou Acidente Isquêmico Transítório (AIT) prévios) mostrou que o uso de Tienopiridinas reduziu muito discretamente o número de eventos cardiovasculares maiores em relação ao uso do AAS […]

Qual o tratamento e que exames solicitar para pacientes de herpes zoster?

Tratamento farmacológico – A terapia antiviral que deve ser prescrita pelo médico da unidade, deve ser iniciada nas primeiras 72 horas após o inicio do rash, sendo útil para reduzir a neuralgia pós-herpética. Valaciclovir (1.000mg VO 3x/dia por 7 dias) e fanciclovir (250 ou 500 mg VO 3x/dia por sete dias) estes medicamentos parecem superiores […]

Há benefício em se vacinar adultos que não foram imunizados pela BCG?

Segundo o Manual de Vacinação do Ministério da Saúde de nosso país a vacina BCG tem duas indicações: 1- crianças até 5 anos (devem ser vacinadas o mais cedo possível) 2- contatos intradomiciliares de pacientes com hanseníase Além disso, sabe-se que após 10 anos da vacinação o efeito protetivo desta vacina é praticamente nulo e, […]

Todas as pessoas deveriam utilizar reposição de cálcio?

A indicação de suplementação de cálcio é uma decisão que deve ser tomada em consulta médica e baseada na ingesta diária deste nutriente. Pessoas com uma alimentação adequada com laticínios, peixes (principalmente os pequenos como a sardinha, peixe-rei, etc) e vegetais verde-escuros não tem necessidade de cálcio extra, a menos que tenham alguma doença que […]

A monitorização dos níveis glicêmicos em pacientes com Diabetes tipo 2 pode ser feito por meio de Glicemia capilar periódica ao invés da Hemoglobina Glicosilada?

Nenhum estudo foi encontrado comparando o uso de Glicemia capilar e Hemoglobina glicosilada para monitorização de pacientes Diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Uma revisão sistemática (com um único Ensaio Clínico Randomizado) foi encontrada comparando a monitorização residencial da glicemia capilar (antes e após as refeições por um período de 6 meses) com a não monitorização, […]

Qual a melhor medicação para prevenção de fraturas em pacientes portadores de osteoporose: alendronato ou risendronato?

Não foram encontrados Ensaios Clínicos Randomizados (ECR) que comparassem o uso de alendronato ao uso de risendronato em pacientes com osteoporose em relação aos seus benefícios. Porém, dois ECR avaliaram os efeitos adversos desses dois tratamentos medicamentosos. Em um dos ECR a proporção de mulheres que desenvolveu úlcera gástrica ou erosões gástricas foi semelhante entre […]

Como podemos tratar e prevenir impetigo?

Impetigo são infecções piogênicas primárias da pele ocasionadas por estafilococos e estreptococos. Existem duas formas clínicas: o impetigo bolhoso, causado por estafilococos e o não-bolhoso, em que se isolam estafilococos e estreptococos, sendo esses últimos predominantes. Modo de transmissão: As mãos são o meio mais importante para transmitir a infecção. A fonte mais comum de […]

O consumo de linhaça interfere no uso de alguma medicação?

Não foram encontrados estudos que evidenciassem qualquer interação medicamentosa com o uso da linhaça, ou seja, a linhaça pode ser usada independentemente do uso de outras medicações. De acordo com especialista a linhaça possui as seguintes contra-indicações: obstruções digestivas e íleo paralítico. A semente de linhaça tem cerca de 39% de óleo em sua composição. […]

Indivíduos que receberam a vacina da rubéola podem doar sangue? Se não, por quanto tempo e por quê?

De acordo com informe do Ministério da Saúde (MS) do ano de 2008, a ANVISA/MS alerta que indivíduos que foram vacinados para rubéola não podem doar sangue no período de 28 dias ou quatro semanas a contar da data de administração da vacina, tendo em vista que a vacina é composta de vírus vivos atenuados. […]