Contato

SOF - Áreas Temáticas

Saúde Bucal Assinar Feed RSS

Quais os sinais, sintomas e tratamento de um paciente com estomatite?

Estomatite é um termo genérico para qualquer inflamação da mucosa oral, podendo o paciente apresentar sinais, sintomas e evolução muito diversos, devido a seus vários agentes causais como vírus (herpes), bactérias, fungos, traumas, etc. Os sinais e sintomas gerais são: dor, febre, mal-estar e alterações da função oral. O tratamento deve ser específico para cada […]

Qual a conduta em condições benignas da língua com sintomas clínicos?

Pacientes com condições benignas de língua como Língua Geográfica e Língua Fissurada que apresentem sintomas de queimação, sensibilidade e dor devem ser orientados a controlar o estresse e evitar alimentação condimentada e ácida1,2,3,4. Em situações de dor ou incômodo excessivo indica-se o uso de corticosteroide tópico, como pomada triancinolona 0.1% em orobase, aplicada na área […]

Quais são as características da Hiperplasia Fibrosa Inflamatória e da Estomatite Protética?

A hiperplasia fibrosa inflamatória consiste em uma lesão fibrosa inflamatória de desenvolvimento. É frequente na mucosa bucal em pacientes que fazem o uso de próteses mal adaptadas ou inadequadas1. Devido à força de oclusão, pressões constantes em áreas mal adaptadas da prótese são realizadas e causam traumas sobre a mucosa bucal2, induzindo o desenvolvimento da […]

Como diferenciar clinicamente abfração e abrasão?

Abrasão é o desgaste patológico do dente, através de forças mecânicas não relacionadas com a oclusão e mastigação1,2, como por exemplo, a utilização de escovas com cerdas duras; o uso de dentifrícios abrasivos1,2; o uso incorreto de palitos e instrumentos de sopro; e raspagem e curetagem periodontal1. Clinicamente, a lesão se apresenta em forma de […]

O que é Mucocele?

A Mucocele é uma lesão não infecciosa benigna que se desenvolve em mucosa oral, geralmente resultante da ruptura do ducto de glândulas salivares menores (1,2) ou da presença de cálculos (sialolitos) que possibilitam a dispersão de mucina para o interior do tecido conjuntivo ou impedem a drenagem do muco através do ducto excretor danificado da […]

Em que situações a realização de atividade coletiva de bochecho fluoretado está indicada?

Bochechos com solução de fluoreto de sódio (NaF) 0,2% podem ser realizados semanalmente ou quinzenalmente e sua utilização em abrangência universal é recomendada para populações nas quais se constate uma ou mais das seguintes situações1,2:

Qual conduta adotar em pacientes com Xerostomia?

Em pacientes com xerostomia deve-se realizar a estimulação do fluxo salivar e a substituição de secreções salivares  com estimulantes tópicos, saliva artificial e sialogogos1. Ademais, o paciente deve ter o acompanhamento odontológico de pelo menos seis em seis meses para o controle de placa bacteriana e estímulo à higiene bucal (escovação e uso do fio […]

Quais os sintomas envolvidos e como manejar a síndrome da respiração oral?

O paciente respirador oral apresenta semi-obstrução nasal intermitente ou persistente, respiração ruidosa e roncos. Apresenta fluxo respiratório total ou parcial pela boca. Dorme de boca aberta, pode apresentar salivação, ter prurido nasal, agitação e frequentemente distúrbios do sono. A dificuldade respiratória varia entre formas mais leves de ronco até quadros de apnéia. As funções fisiológicas […]

O que é o Índice de Necessidade de Tratamento Odontológico (INTO)?

O Índice de Necessidade de Tratamento Odontológico (INTO) é um instrumento de Vigilância Epidemiológica utilizado com a finalidade de planejamento das ações de saúde bucal, subsidiando o agendamento para o atendimento individual e orientando a frequência da participação nos procedimentos coletivos, permitindo a organização do acesso aos serviços odontológicos com equidade1,2,3. É uma alternativa mais […]

Quais as causas e como tratar as ulcerações aftosas recorrentes?

Deficiências de vitaminas do complexo B, de ácido fólico, ferro e zinco podem ter como manifestações clínicas quadros de ulcerações aftosas recorrentes. Outros fatores causais, mais raros, são: doença de Behçet, doença celíaca, doença de Crohn, colite ulcerativa, distúrbios imunológicos como HIV e neutropenia cíclica (1,2). Inicialmente, deve-se descartar etiologia traumática e doença sistêmica. A história médica […]