Contato

SOF - CIAP2

A44 Vacinação/medicação preventiva Assinar Feed RSS

Como identificar eventos adversos pós-vacinais em crianças?

Essa diferenciação é difícil de se estabelecer, no entanto, os sinais e sintomas, bem como o estado imunológico do paciente pode ser valioso para a vigilância dos eventos pós-vacinais.

Quais são as vacinas que tem o público-alvo ampliado no ano de 2017?

O Ministério da Saúde amplia a vacinação em todas as faixas etárias. Dentre elas, seis vacinas tem o público-alvo ampliado neste ano de 2017 (1): Hepatite A: crianças Tetra Viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela): crianças Meningocócica C: crianças e adolescentes dTpa (difteria, coqueluche e tétano): gestantes Tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba): adultos HPV: meninos, […]

Uma criança que teve catapora deve receber a vacina tetraviral?

A criança que teve catapora/varicela confirmada produziu anticorpos contra a doença, o que lhe confere imunidade permanente e raramente ocorrerá um segundo episódio de varicela. Dessa forma, ela não necessita receber a dose da vacina contra varicela ou tetra viral (1), devendo ser administrada a dose de tríplice viral.

Como deve ser realizada a vacinação antitetânica (dT) nos usuários que possuem esquema incompleto?

A vacina antitetânica dT é indicada para usuários maiores de 7 anos de idade que apresentem esquema vacinal incompleto ou não vacinados. Para usuários com esquema incompleto a indicação é completar o esquema com o número de doses faltosas, não reiniciando o esquema vacinal. O intervalo de administração entre as doses é de 60 dias, […]

Como proceder quando o diagnóstico do caso índice foi realizado após a vacina BCG ter sido dada ao bebê?

Neste caso a criança enquadra-se como contato <10 anos de caso índice vacinada com BCG. Deve-se avaliar a necessidade de quimioprofilaxia secundária ou tratamento para tuberculose, de acordo com os critérios clínicos da mesma. Segundo o Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil, na avaliação de contactantes crianças (<10 anos), deve-se investigar tuberculose […]

Qual a indicação vacinal para uma gestante com último reforço de dT há mais de 5 anos e que ainda não chegou na idade gestacional (27 a 36 semanas) para fazer uso da dTpa?

Para as gestantes já vacinadas com três doses de dT (vacina dupla adulto difteria e tétano) e com dose de reforço há mais de cinco anos, a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações recomenda a administração de uma dose da dTpa (vacina Tríplice Bacteriana Acelular do Adulto) entre a 27ª e 36ª semana de […]

Por que meninas menores de 14 anos devem ser vacinadas contra o HPV?

O Ministério da Saúde estabeleceu essa faixa etária como público alvo da vacinação na rede pública, tendo em vista que a vacina é altamente eficaz nas meninas de 9 a 13 anos antes do início sexual, ou seja, antes da exposição ao vírus e com maiores chances de proteção contra lesões que podem provocar o […]

Na administração de vacinas subcutâneas é necessário aspirar para prevenir injeção endovenosa?

Segundo o Manual do Ministério da Saúde, ao administrar a vacina via subcutânea, a orientação é aspirar e observar se não atingiu algum vaso sanguíneo. Caso isso aconteça, retirar a agulha do local e preparar nova dose de vacina¹. O tecido subcutâneo, ou hipoderme, é a camada mais interna da pele, que é constituído principalmente […]

Quais orientações sobre vacinação o ACS pode fornecer para a comunidade?

As vacinas permitem a prevenção, o controle, a eliminação e a erradicação das doenças imunopreveníveis, assim como a redução da morbimortalidade por certos agravos, sendo a sua utilização bastante custo-efetiva¹. O acompanhamento dos cartões de vacina é uma das atribuições fundamentais e prioritárias no trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS), principalmente a verificação periódica […]

Quais condutas para imunização de adulto sem cicatriz vacinal de BCG, sem registro de vacinação prévia e que não é contato intradomiciliar de tuberculose ou hanseníase?

A vacina BCG somente protege contra as formas mais graves de tuberculose que acometem a criança. Para quem não tomou a vacina e já é adulto, não se recomendada esta vacinação. Segundo o Manual de Vacinação do Ministério da Saúde do Brasil a vacina BCG tem duas indicações: crianças até 5 anos (devem ser vacinadas […]