Contato

SOF - CIAP2

A78 Hanseníase e outras doenças infecciosas NE Assinar Feed RSS

O tratamento para hanseníase, interfere na eficácia dos contraceptivos? Quais as melhores opções?

Pode haver sim essa interferência, especialmente devido ao uso da Rifampicina, droga  comumente utilizada no esquema padrão da hanseníase e também da tuberculose.

Qual o esquema terapêutico para crianças menores de 30 kg com diagnóstico de hanseníase?

O esquema terapêutico para crianças com diagnóstico de hanseníase, considera o peso corporal como fator mais importante do que a idade (1) e a dose dos medicamentos do esquema padrão é ajustada de acordo com a idade e o peso(2).

A toxoplasmose detectada durante a gestação, além da alteração do IgM e/ou IgG, pode gerar outros sinais e sintomas?

Os sintomas da toxoplasmose aguda em gestantes podem ser transitórios e inespecíficos. Quando estão presentes, no máximo em 10% dos casos, geralmente limitam-se à linfadenopatia e à fadiga. A linfadenopatia pode persistir durante meses e comprometer apenas um único linfonodo. Menos frequentemente, tem sido descrita uma síndrome do tipo mononucleose caracterizada por febre, mal estar, […]

Como proceder em casos de efeito adverso medicamentoso no tratamento da hanseníase?

Todo paciente em tratamento para hanseníase, com suspeita de efeitos colaterais indesejáveis causados pela medicação, deve ser avaliado na Unidade Básica de Saúde (UBS) para definição da conduta terapêutica a ser tomada, garantindo a integralidade da assistência e evitando o abandono do tratamento. (1) A PQT (poliquimioterapia) é notavelmente segura e os efeitos adversos graves […]

Qual a conduta em caso de contactantes domiciliares de paciente que já está em tratamento para Hanseníase?

A Hanseníase é uma doença infecciosas crônica de importância para a saúde pública, tendo o Mycobacterium leprae como agente etiológico. O paciente que está sendo tratado deixa de transmitir a doença, cujo período de incubação pode levar de três a cinco anos. A maioria das pessoas que entra em contato com estes bacilos não desenvolvem […]

Os casos de hanseníase multibacilar que finalizaram o tratamento mas permanecem com positividade na baciloscopia do raspado intradérmico, devem ser encaminhados para o serviço de referência?

O encaminhamento para o Serviço de Referência em Hanseníase deve ser feito se o paciente, ao término do tratamento preconizado de 12 doses (cartelas), apresenta pouca ou nenhuma melhora clínica, com lesões cutâneas e/ou exacerbação de lesões antigas, bem como, novas alterações neurológicas (1,2). Também deverá ser encaminhado, se há dúvidas quanto à melhora das […]

Qual a abordagem inicial para quadros de reações hansênicas?

Os episódios reacionais na hanseníase devem ser abordados como situações de urgência, a fim de se evitar o dano neural permanente (que promove as incapacidades físicas responsáveis pela manutenção do estigma da doença). Sendo assim, estas ocorrências deverão ser encaminhadas aos serviços de referência para tratamento nas primeiras 24 horas. O tratamento dos estados reacionais […]

Qual a conduta para um caso de hanseníase paucibacilar tratada por nove meses, sem êxito?

Quando se refere que não houve êxito no tratamento, presume-se que o paciente mantém sinais e/ou sintomas que levaram ao diagnóstico da doença. Assim, é possível que se trate de um quadro de recidiva ou, mais frequentemente, de um estado reacional ao tratamento. É muito importante diferenciar um quadro de estado reacional de um caso […]

Paciente da Atenção Básica que conclui o tratamento poliquimioterápico (PQT) para Hanseníase MB poderá receber alta na Unidade de Saúde ?

O paciente que tenha completado o tratamento poliquiomioterápico (PQT) não deverá mais ser considerado como um caso de hanseníase, mesmo que permaneça com alguma sequela da doença. Deverá, porém, continuar sendo assistida pelos profissionais da Unidade de Saúde, especialmente nos casos de intercorrências pós-alta: reações e monitoramento neural. A hanseníase é causada pelo Mycobacterium leprae, […]

Qual tratamento deve ser adotado para crianças diagnosticadas com hanseníase na forma multibacilar?

A hanseníase pode atingir pessoas de todas as idades, de ambos os sexos, no entanto, raramente ocorre em crianças. Observa-se que crianças menores de quinze anos adoecem mais em lugares onde há uma maior endemicidade da doença. Em crianças, o diagnóstico da hanseníase exige exame criterioso, diante da dificuldade de aplicação e interpretação dos testes […]