Contato

SOF - DeCS Term

Atenção Primária à Saúde Assinar Feed RSS

Como acolher a população transexual na Atenção Primária em Saúde?

O acolhimento às pessoas transexuais requer do profissional da saúde uma visão plural de gênero e da sexualidade humana para que muitas das discriminações que esse público experiencia(1) sejam evitadas. O respeito do uso nome social bem como o respeito pela forma que a pessoa se autorrefere e se auto-identifica é a chave para um […]

A adesão e (re)contratualização das equipes de saúde é voluntária no 3º Ciclo do PMAQ?

Sim. A Adesão e (re)contratualização das equipes é voluntária e pressupõe um processo de pactuação de compromissos a serem firmados entre as Equipes de Atenção Básica, incluindo as equipes de saúde bucal e NASF, e os gestores municipais, e desses com o Ministério da Saúde, em um processo que envolve pactuação local, segundo o Manual […]

Como o NASF pode auxiliar as equipes de Saúde da Família para o cuidado às gestantes no acompanhamento pré-natal de alto risco?

Em conformidade com a lógica de trabalho recomendada a partir do apoio matricial, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF) pode apoiar as equipes de Saúde da Família (equipes de SF) no cuidado às gestantes em acompanhamento pré-natal de alto risco através de diferentes ações, como por meio de consultas e grupos compartilhados […]

Como abordar os casos de zumbido no contexto da atenção primária à saúde?

Pessoas que sofrem de zumbido (sintoma também chamado de tinnitus ou acúfeno) necessitam de uma abordagem de saúde que transite entre critérios subjetivos e objetivos, sendo estes últimos direcionados à pesquisa de causas físicas que têm potencial para ocasionar o referido problema. O tratamento de um zumbido consistiria, assim, em explorar a subjetividade desse sintoma […]

Como inserir ações com fitoterapia como recurso terapêutico ou educativo na Atenção Básica?

A fitoterapia como recurso terapêutico ou educativo na Atenção Primária à Saúde / Atenção Básica (AB) pode ser inserida por meio de diferentes atividades complementares entre si, por exemplo: levantamento das plantas medicinais, educação em saúde, prescrição e dispensação de fitoterápicos, farmácia-viva, hortas ou hortos1,2.

Quais estratégias de comunicação adotar com pacientes portadores de deficiência auditiva?

A comunicação adequada entre profissional de saúde e usuário é um componente fundamental para que se estabeleça a interação, o acolhimento e o vínculo entre eles, colaborando assim para que as práticas de saúde sejam mais resolutivas. As pessoas portadoras de deficiência auditiva precisam ser entendidas em suas necessidades e também devem ser alvo das […]

Qual o parâmetro de notificação para microcefalia?

A microcefalia em recém-nascidos é caracterizada pela medida do perímetro cefálico inferior ao parâmetro esperado para a idade gestacional e sexo da criança. Os seguintes parâmetros foram adotados pelo Brasil, a partir do mês de março, a fim de padronizar com os valores de referência utilizados em outros países, seguindo a recomendação da OMS: – […]

O uso de jalecos é obrigatório nas unidades básicas de saúde?

O uso do jaleco é obrigatório para todos os profissionais que trabalham em serviços de saúde tanto na Atenção Básica da Saúde (ABS) quanto em outros pontos da rede de atenção da saúde1,2. Ele é considerado um equipamento de proteção individual, para uso exclusivo dentro das unidades de saúde, para fornecer uma barreira de proteção […]

Qual o objetivo e como elaborar o mapa do território adscrito pela equipe de saúde da família no contexto da Atenção Básica?

O mapa do território adscrito pela equipe de saúde da família e equipe de saúde bucal é uma ferramenta do planejamento em saúde que tem por objetivo auxiliar no processo de diagnóstico local e identificação dos problemas e necessidades de saúde da população1. A Atenção Básica é desenvolvida por meio do exercício de práticas de […]

Qual a etiologia, diagnóstico, prevenção e tratamento da influenza (Gripe)?

A influenza é uma infecção que afeta o sistema respiratório. Ocorre em qualquer época do ano, entretanto mais freqüente durante o outono e inverno devido à queda das temperaturas1. Pode ser causada pelo vírus influenza, da família Orthomyxoviridae e classificado em três tipos A, B e C. Os tipos de maior importância clínica são influenza […]