Contato

SOF - DeCS Term

Atenção Primária à Saúde Assinar Feed RSS

Quais os achados no exame físico do bebê que sugerem Anomalia da Diferenciação Sexual (genitália ambígua)?

Os achados no exame físico do bebê que sugerem Anomalia da Diferenciação Sexual diferem conforme a aparência externa da genitália. – Genitália com aparência feminina: adesões entre os pequenos lábios, massa inguinolabial (suspeita de massa ou hérnia) ou clitoromegalia. – Genitália com aparência masculina: hipospádia perineal isolada; hipospádia associada à criptorquidia (unilateral ou bilateral); hipospádia […]

Qual o momento adequado para realizar o registro civil de um bebê que foi diagnosticado ao nascer com Anomalia da Diferenciação Sexual (genitália ambígua)?

O momento adequado para o registro civil de bebê com diagnóstico de Anomalia da Diferenciação Sexual (ADS) ao nascimento é após a definição do sexo da criança. Pacientes com ADS frequentemente são identificados logo após o nascimento. Eles apresentam genitálias com alterações morfológicas que dificultam a diferenciação entre sexo feminino ou masculino. A indefinição gera […]

Qual a abordagem indicada para acolher os usuários de drogas na APS?

É recomendável que o acolhimento e assistência aos usuários de drogas pela equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF) seja pautada na redução de danos para minimizar as consequências adversas do consumo de drogas do ponto de vista da saúde e dos seus aspectos sociais. Assim, essa abordagem precisa seguir os preceitos éticos baseados na […]

A inserção do Dispositivo Intra Uterino (DIU) na Atenção Básica pode ser realizado por enfermeiro?

A inserção de Dispositivo Intra Uterino (DIU) pode ser realizada por enfermeiro(a) e médico(a). (1) O enfermeiro, após treinamento e cumprindo o disposto na Resolução COFEN nº 358/2009 (2), está apto a realizar consulta clínica, prescrever e inserir o DIU (3). Para a implantação do DIU na Atenção Básica, o Protocolo da Atenção Básica “Saúde […]

Em Grupos de Tabagismo, há limite para a participação de usuários não aderentes?

Não há limite para a participação de usuários em Grupos de Tabagismo nas Unidades Básicas de Saúde, não sendo identificada uma orientação formal sobre o número de vezes que um usuário pode participar desta atividade. Destaca-se que o tratamento do tabagista que recaiu necessita de mais estudos científicos específicos para essa população(1). Especificamente quanto à […]

Como implantar o acolhimento com classificação de risco nas unidades de saúde da família?

Após a gestão de saúde e a equipe organizarem um “Protocolo de Acolhimento com classificação de risco para as Unidades de Saúde” é fundamental que a proposta seja submetida ao conselho local de saúde do município e depois de aprovada apresentada para toda a comunidade. A forma de informar e orientar a comunidade pode ocorrer […]

Como acolher a população transexual na Atenção Primária em Saúde?

O acolhimento às pessoas transexuais requer do profissional da saúde uma visão plural de gênero e da sexualidade humana para que muitas das discriminações que esse público experiencia(1) sejam evitadas. O respeito do uso nome social bem como o respeito pela forma que a pessoa se autorrefere e se auto-identifica é a chave para um […]

A adesão e (re)contratualização das equipes de saúde é voluntária no 3º Ciclo do PMAQ?

Sim. A Adesão e (re)contratualização das equipes é voluntária e pressupõe um processo de pactuação de compromissos a serem firmados entre as Equipes de Atenção Básica, incluindo as equipes de saúde bucal e NASF, e os gestores municipais, e desses com o Ministério da Saúde, em um processo que envolve pactuação local, segundo o Manual […]

Como o NASF pode auxiliar as equipes de Saúde da Família para o cuidado às gestantes no acompanhamento pré-natal de alto risco?

Em conformidade com a lógica de trabalho recomendada a partir do apoio matricial, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF) pode apoiar as equipes de Saúde da Família (equipes de SF) no cuidado às gestantes em acompanhamento pré-natal de alto risco através de diferentes ações, como por meio de consultas e grupos compartilhados […]

Como abordar os casos de zumbido no contexto da atenção primária à saúde?

Pessoas que sofrem de zumbido (sintoma também chamado de tinnitus ou acúfeno) necessitam de uma abordagem de saúde que transite entre critérios subjetivos e objetivos, sendo estes últimos direcionados à pesquisa de causas físicas que têm potencial para ocasionar o referido problema. O tratamento de um zumbido consistiria, assim, em explorar a subjetividade desse sintoma […]