Contato

SOF - DeCS Term

Gravidez Assinar Feed RSS

O excesso de peso pode dificultar a mulher a engravidar?

A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo excesso de gordura corporal, que causa prejuízos à saúde do indivíduo. Em mulheres obesas são comuns manifestações como menstruações irregulares e os ciclos anovulatórios o que pode contribuir para diminuir a fertilidade.(1,2,5)

Existe algum risco no uso de tinturas (henna) nas sombrancelhas das gestantes?

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a maioria das informações necessárias na avaliação do risco potencial de um produto cosmético (henna) depende dos ingredientes que compõem sua fórmula (1).

A amamentação é contraindicada caso a mãe esteja com toxoplasmose ou contraia a doença no puerpério?

A toxoplasmose materna não contraindica a amamentação, em nenhuma das duas situações, uma vez que não há nenhuma evidência de que a toxoplasmose possa ser transmitida através do leite materno. A transmissão da doença pode ocorrer de três formas, primeiro pela ingestão de tecidos de animais infectados, contendo cistos de Toxoplasma, através de carne crua […]

Qual a recomendação nutricional em casos de hipertensão gestacional?

Em casos de hipertensão gestacional (caracterizada pela ocorrência de hipertensão arterial após a 20ª semana sem a presença de proteinúria), a conduta indicada é semelhante àquela para casos de pré-eclâmpsia (PE) leve, tomando-se o cuidado com os picos hipertensivos (D): repouso compulsório com restrição de exercícios físicos exagerados; evitar ganho excessivo de peso materno; proibir […]

Em que situações e momento da gestação uma mulher Rh negativo deve receber imunoglobulina anti-Rh?

A imunoglobulina anti-D deve ser administrada em mulheres grávidas D-negativas que estão expostas a células vermelhas do D-positivo fetais, estando em risco para o desenvolvimento de anticorpos anti-D e nas seguintes situações: Entre a 28ª e a 34ª semana de gestação de todas as mulheres com Coombs indireto negativo e com parceiros Rh positivos1,2 Após […]

A toxoplasmose detectada durante a gestação, além da alteração do IgM e/ou IgG, pode gerar outros sinais e sintomas?

Os sintomas da toxoplasmose aguda em gestantes podem ser transitórios e inespecíficos. Quando estão presentes, no máximo em 10% dos casos, geralmente limitam-se à linfadenopatia e à fadiga. A linfadenopatia pode persistir durante meses e comprometer apenas um único linfonodo. Menos frequentemente, tem sido descrita uma síndrome do tipo mononucleose caracterizada por febre, mal estar, […]

Qual a abordagem para o tratamento da pneumonia em uma gestante? Que medicamentos usar?

Na paciente grávida a pneumonia mais comum é a pneumonia comunitária e o tratamento deve ser feito com antibióticos beta-lactâmicos e/ou com macrolídeos. De uma maneira geral as pneumonias na gravidez são similares a quaisquer outras pneumonias do adulto e geralmente causadas pelos mesmos patógenos. Entretanto, algumas características específicas da gravidez, tais como mudanças imunológicas […]

Qual o papel do médico e da equipe de APS no manejo dos casos de pré-eclampsia?

O manejo dos casos de gestantes com pré-eclampsia é variável, a depender da gravidade do quadro clínico e da idade gestacional. Em todas as situações de pré-eclampsia a gestante deverá ser acompanhada conjuntamente em pré-natal de alto risco. Há situações em que também é necessário a hospitalização e, em casos de extremo risco de vida, […]

Qual a indicação vacinal para uma gestante com último reforço de dT há mais de 5 anos e que ainda não chegou na idade gestacional (27 a 36 semanas) para fazer uso da dTpa?

Para as gestantes já vacinadas com três doses de dT (vacina dupla adulto difteria e tétano) e com dose de reforço há mais de cinco anos, a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações recomenda a administração de uma dose da dTpa (vacina Tríplice Bacteriana Acelular do Adulto) entre a 27ª e 36ª semana de […]

Quais repelentes podem ser utilizados por gestantes e qual o modo de uso?

Segundo o Ministério da Saúde, os repelentes tópicos podem ser usados por gestantes desde que sejam registrados e autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e que sejam seguidas as instruções de uso contidas no rótulo do produto. A ANVISA regulamenta os repelentes químicos como cosméticos e exige que os rótulos dos produtos contenham […]