Contato

SOF - DeCS Term

Teste de Papanicolaou Assinar Feed RSS

O que fazer diante de um laudo de Papanicolau que apresente amostra parcialmente obscurecida por áreas purulentas?

No caso da “amostra parcialmente obscurecida por áreas purulentas” ela pode ser caracterizada como uma amostra “satisfatória, porém limitada para avaliação” ou uma amostra “insatisfatória” para avaliação. Em ambas as situações há necessidade, o mais breve possível, da repetição do exame, uma vez que o estudo oncológico foi comprometido ou não foi possível a análise, […]

Qual a conduta diante de um resultado de exame citopatológico (CP) somente com células escamosas?

O resultado de exame citopatológico (CP), com esfregaço normal somente com células escamosas não necessita de repetição imediata do exame, deve ser realizado novo CP com intervalo de um ano.

O que fazer diante de um laudo de Papanicolau que apresente áreas com dessecamento?

A mulher deve repetir o exame em 6 a 12 semanas com correção, quando possível, do problema que motivou o resultado insatisfatório2,3

O que fazer quando um exame citopatológico de colo do útero apresenta o resultado negativo para “representatividade da zona de transformação”?

A repetição do exame é necessária uma vez que o resultado identifica somente a presença de células escamosas e ausência de células glandulares ou metaplásicas, e não se tem todos os elementos para inferir um rastreamento negativo para alterações celulares.

O que significa um resultado de citopatológico com Gardnerella vaginalis?

A Gardnerella vaginalis é uma bactéria que faz parte da flora normal, principalmente das mulheres sexualmente ativas. Porém quando ocorre um desequilíbrio nesta flora, ocorre um predomínio desta bactéria; então instala-se um quadro chamado de vaginose bacteriana(1).

A coleta do exame Papanicolau com auxílio de vaselina líquida altera o resultado?

O uso de lubrificantes como a vaselina líquida no espéculo para a coleta da amostra não é recomendado. O Ministério da Saúde aconselha evitar a utilização de lubrificantes, espermicidas e medicamentos vaginais 48 horas antes da coleta, pois esses tipos de substâncias recobrem os elementos celulares, prejudicam a qualidade da amostra para o exame citopatológico […]

O que significa metaplasia escamosa imatura no resultado do Papanicolau (CP do colo de útero)?

Metaplasia escamosa imatura como resultado do exame citopatológico de colo uterino significa uma reparação, ou seja, decorre de lesões da mucosa do colo com exposição do estroma e pode ser originado por quaisquer agentes que determinem um processo inflamatório (candidíase, vaginose bacteriana, etc), sendo geralmente a fase final. Recomenda-se seguir a rotina de rastreamento citopatológico, […]

O CP normal pode ser realizado ao invés do colpocitológico em pacientes encaminhadas por um oncologista?

Sim pode ser feito o CP normal disponível na unidade. Pode-se também ligar para o médico que solicitou este procedimento e comunicar a indisponibilidade do kit para realização de colpocitológico. Sobre a técnica de conservação da lâmina: O material tem estabilidade por dois meses e pode ser usado para testes complementares, como a pesquisa de […]

Qual medicamento indicado para adequar o colo uterino à coleta do citopatológico em pacientes que necessitam de estrogenização, e por quanto tempo deve ser utilizado?

A estrogenização do colo do útero preferencialmente deve ser feita através do uso de medicamento tópico por um período de sete dias consecutivos, com a coleta do “exame preventivo do câncer de colo do útero” (CP) ocorrendo três a sete dias após o término da estrogenização (1). Não foram encontrados estudos mostrando vantagem de um […]

A demora de 30 a 40 dias no resultado do exame citopatológico de colo uterino pode determinar um prognóstico de lesões suspeitas de neoplasia intra-epitelial cervical?

O câncer do colo do útero inicia-se a partir de uma lesão pré-invasiva, curável em até 100% dos casos (anormalidades epiteliais conhecidas como displasia e carcinoma in situ ou diferentes graus de neoplasia intra-epitelial cervical (NIC)), que normalmente progride lentamente, por anos, antes de atingir o estágio invasor da doença, quando a cura se torna […]