Contato

SOF - DeCS Term

Vacina BCG Assinar Feed RSS

Devemos revacinar crianças que não apresentarem cicatriz vacinal da BCG?

Crianças que foram vacinadas com a vacina BCG e que não apresentem cicatriz vacinal após seis meses, devem ser revacinadas apenas mais uma vez, mesmo que não apresentem cicatriz novamente.

Qual conduta em relação aos contatos de hanseníase que já tem cicatriz de BCG?

Contato intradomiciliar que comprove ser vacinado com a BCG deve receber uma outra dose, com intervalo  mínimo 6 meses da dose anterior.(1,3)

No acompanhamento de puericultura, qual a conduta para crianças que mesmo vacinadas, não apresentam a cicatriz vacinal da BCG?

A conduta recomendada é a revacinação após 6 meses da primeira dose, sendo que esta revacinação é indicada apenas para crianças menores que 5 anos, ou seja, crianças de até 4 anos, 11 meses e 29 dias(1,2). É importante ressaltar que esta revacinação só pode ser feita apenas uma única vez, mesmo que as crianças […]

Quais condutas para imunização de adulto sem cicatriz vacinal de BCG, sem registro de vacinação prévia e que não é contato intradomiciliar de tuberculose ou hanseníase?

A vacina BCG somente protege contra as formas mais graves de tuberculose que acometem a criança. Para quem não tomou a vacina e já é adulto, não se recomendada esta vacinação. Segundo o Manual de Vacinação do Ministério da Saúde do Brasil a vacina BCG tem duas indicações: crianças até 5 anos (devem ser vacinadas […]

Há benefício em se vacinar adultos que não foram imunizados pela BCG?

Segundo o Manual de Vacinação do Ministério da Saúde de nosso país a vacina BCG tem duas indicações: 1- crianças até 5 anos (devem ser vacinadas o mais cedo possível) 2- contatos intradomiciliares de pacientes com hanseníase Além disso, sabe-se que após 10 anos da vacinação o efeito protetivo desta vacina é praticamente nulo e, […]

Em pacientes suscetíveis o uso da vacina BCG contribui na prevenção primária da hanseníase?

O uso da vacina BCG em indivíduos susceptíveis à hanseníase parece ser capaz de oferecer alguma proteção, podendo ser uma opção na prevenção primária da doença. Segundo o Colégio Canadense de Médicos de Família, é uma atribuição destes profissionais a elaboração, execução e avaliação de ações de prevenção primária voltadas à população sob sua responsabilidade. […]