Contato

SOF - Teleconsultores

Núcleo de Telessaúde NUTES PE

O que é o tracoma? E o que podemos fazer para prevení-lo?

O tracoma é uma inflamação na conjuntiva do olho causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. O tracoma é a causa mais frequente de cegueira evitável, representando 3% da cegueira do mundo. Globalmente, 21,4 milhões de pessoas têm tracoma, e 1,2 milhões delas são cegas (1). Um único episódio de infecção por C. trachomatis causa conjuntivite clamidial […]

O que é e o que define se um paciente deve ou não realizar cirurgia para catarata?

Catarata é a denominação dada a qualquer opacidade do cristalino, que não necessariamente afete a visão. É a maior causa de cegueira tratável nos países em desenvolvimento. Segundo a Organização Mundial de Saúde, há 45 milhões de cegos no mundo, dos quais 40% são devidos à catarata (nível de evidência A). O único tratamento curativo […]

Qual a melhor via de parto para gestantes soropositivas?

De acordo com o Ministério da Saúde, gestantes soropositivas com carga viral desconhecida ou maior que 1.000 cópias/mL após 34 semanas de gestação, é escolhida por via de regra a cesárea eletiva na 38ª semana de gestação por razão da diminuição do risco de transmissão vertical do HIV. E, para as gestantes em uso de […]

Qual o papel do Agente Comunitário de Saúde no acompanhamento de pacientes portadores do HIV?

O uso da terapia antirretroviral (TARV) tem diminuído significativamente a morbidade e a mortalidade das pessoas infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), propiciando, em consequência, o aumento da expectativa de vida desses sujeitos. Esta realidade tem demandado para os serviços de saúde o desenvolvimento de ações de saúde que propiciem uma atenção qualificada e […]

Qual o papel da equipe de APS na puericultura de crianças com microcefalia?

A puericultura na Atenção Primária à Saúde /Atenção Básica (APS/AB) é uma prática de acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança nos primeiros 24 meses de vida. É desenvolvido tanto pelo médico de APS ou pediatra, bem como, e geralmente nas unidades de saúde da família, pelo enfermeiro da Equipe de Saúde da Família. No […]

A toxoplasmose detectada durante a gestação, além da alteração do IgM e/ou IgG, pode gerar outros sinais e sintomas?

Os sintomas da toxoplasmose aguda em gestantes podem ser transitórios e inespecíficos. Quando estão presentes, no máximo em 10% dos casos, geralmente limitam-se à linfadenopatia e à fadiga. A linfadenopatia pode persistir durante meses e comprometer apenas um único linfonodo. Menos frequentemente, tem sido descrita uma síndrome do tipo mononucleose caracterizada por febre, mal estar, […]

Como deve ser realizada a vacinação antitetânica (dT) nos usuários que possuem esquema incompleto?

A vacina antitetânica dT é indicada para usuários maiores de 7 anos de idade que apresentem esquema vacinal incompleto ou não vacinados. Para usuários com esquema incompleto a indicação é completar o esquema com o número de doses faltosas, não reiniciando o esquema vacinal. O intervalo de administração entre as doses é de 60 dias, […]

Quais estratégias de comunicação adotar com pacientes portadores de deficiência auditiva?

A comunicação adequada entre profissional de saúde e usuário é um componente fundamental para que se estabeleça a interação, o acolhimento e o vínculo entre eles, colaborando assim para que as práticas de saúde sejam mais resolutivas. As pessoas portadoras de deficiência auditiva precisam ser entendidas em suas necessidades e também devem ser alvo das […]

Qual a melhor abordagem de alcoolismo para pacientes em situação de rua?

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) do município deve ser acionado para formular um projeto singular para este usuário junto com a equipe. O paciente em situação de rua encontra-se numa situação delicada, demandando avaliação tanto para os problemas de saúde física quanto mental. Em geral, os alcoolistas resistem a iniciar tratamentos […]

Como dar alta a um paciente com diagnóstico de tuberculose pulmonar bacilífera que não consegue produzir escarro por ausência de expectoração?

A alta por cura de pacientes que receberam o diagnóstico de tuberculose pulmonar bacilífera que não tiverem realizado o exame de escarro por ausência de expectoração pode ser feita com base em dados clínicos e exames complementares (cura clínica não comprovada bacteriologicamente). Para isso, é importante que esse paciente seja encaminhado para a avaliação pelo […]