Contato

SOF - Teleconsultores

Núcleo de Telessaúde Maranhão HU-UFMA Assinar Feed RSS

Como reduzir a ocorrência de alveolite?

Para evitar a ocorrência de alveolite sugere-se que, durante a extração, evite-se o tensionamento de bordas, realize-se retração sem traumas (apenas no osso), além de irrigação abundante antes, durante e após o procedimento, e realize-se a remoção de detritos e/ou resquícios de ossos polidos. Quanto ao paciente, sugere-se dormir com cabeceira elevada e lado dolorido […]

Quando investigar a presença de cárie oculta?

Deve-se investigar a cárie oculta na presença dos seguintes sinais clínicos: opacidade e alterações na pigmentação. Neste contexto, a prevalência é alta em adultos jovens, merecendo atenção especial.

Uma mulher, que teve antecedente de Zika, corre risco de ter um bebê com microcefalia quando engravidar?

Sim. As recomendações quanto ao tempo seguro entre a exposição ao vírus e a gravidez não são baseadas em dados robustos e esta questão ainda demanda mais pesquisas. Entretanto, segundo a agência controladora americana, Centers for Disease Control and Prevention (CDC), para homens e mulheres que tenham sido diagnosticados com zika vírus ou tenham tido […]

Por que alguns pacientes que tiveram Arbovirose Chikungunya continuam com artralgia por um longo período de tempo?

Os mecanismos fisiopatológicos da dor musculoesquelética e da artrite crônica após infecção pelo vírus da chikungunya são parcialmente conhecidos. Acredita-se que esses sintomas sejam decorrentes do escape precoce do vírus da chikungunya do interior dos monócitos e consequente realocação nos macrófagos sinoviais. Essa hipótese tem sido reforçada pela observação da persistência, por tempo prolongado, do […]

Gestante contato de tuberculose pode realizar exame de PPD?

Sim, a gestante pode realizar o teste turbeculínico. A gravidez não altera a resposta ao teste tuberculínico, então, toda mulher gestante com suspeita de doença por micobactéria deve ser submetida também a esse teste auxiliar diagnostico, principalmente para os casos de testes terapêuticos ou tratamentos de prova da Tuberculose (TB).

Quais anestésicos bucais podem ser usados na gravidez?

A lidocaína é o anestésico mais apropriado para as gestantes. A bupivacaína apresenta a maior cardiotoxicidade, maior penetrabilidade nas membranas do coração e maior resistência após eventual parada cardíaca. Em relação à mepivacaína, mais pesquisas devem ser realizadas já que seus riscos para o feto não são bem detalhados, portanto, seu uso é desaconselhado.