Contato

SOF - Teleconsultores

Núcleo de Telessaúde Sergipe

É recomendável o uso de kit de coleta de citopatologia oncótica após período de validade da esterilização, mesmo estando o invólucro lacrado em bom estado de conservação?

Existem inúmeros estudos relacionados ao processo de esterilização. Porém inexistem estudos com evidências científica sobre o uso do kit de coleta de citopatologia oncótica após período de validade com o invólucro lacrado em bom estado de conservação.

Que tipo de dinâmicas e atividades lúdicas podem ser realizadas pela equipe de saúde na prevenção de queimaduras em ambiente escolar?

A escola constitui-se em espaço ideal para fortalecer a implantação, de “sementes” preventivas em relação aos acidentes com crianças e adolescentes (1). Como opções para se trabalhar a educação em saúde e reforçar a integração entre os profissionais da saúde e da educação, podem ser utilizadas diversas estratégias como dinâmicas e atividades lúdicas no ambiente […]

Qual o nível de pressão arterial desejável para um paciente hipertenso com histórico de AVC isquêmico?

Na literatura, existe incerteza sobre quão intensiva deve ser a redução da pressão arterial em pessoas que tiveram um acidente vascular cerebral (AVC) ou ataque isquêmico transitório (AIT), a fim de evitar um novo comprometimento cerebrovascular (1). Diretrizes recentes se posicionaram com diferentes conclusões sobre esta questão: as diretrizes europeias recomendam uma pressão arterial sistólica […]

Quais são as orientações referentes à Febre Amarela podem ser repassadas, pelos profissionais de saúde, às comunidades que não possuem indicação para vacinação?

As orientações do Ministério da Saúde para os municípios que não têm indicação de vacinar contra febre amarela, são referentes à necessidade de combater o mosquito Aedes aegypti, visto que ele é o principal vetor de transmissão do vírus da febre amarela tanto na América do Sul como na África. (1,2) Outra orientação considerada medida importante […]

Como manejar casos de pitiríase versicolor com má resposta ao tratamento clínico?

Primeiramente, é preciso considerar que alterações pigmentares residuais da pitiríase versicolor muitas vezes necessitam de semanas a meses para serem solucionadas, até que as regiões afetadas sejam novamente pigmentadas por exposição ao sol. Deve-se lembrar ainda, as elevadas taxas de recorrência desta condição clínica, sobretudo em climas quentes e úmidos. (1,3) Em geral, portadores de […]

Qual a relação existente entre tuberculose, alcoolismo e carência alimentar?

As bibliográficas consultadas apontam para o aumento da vulnerabilidade à tuberculose relacionada a fatores como alcoolismo e carência alimentar. (1,2,3,4,5)  O alcoolismo crônico é considerado importante fator de risco para o desenvolvimento da tuberculose, visto que há alta incidência de casos e de formas mais avançadas de tuberculose pulmonar entre esses pacientes. O abandono do […]

Como proceder em casos de efeito adverso medicamentoso no tratamento da hanseníase?

Todo paciente em tratamento para hanseníase, com suspeita de efeitos colaterais indesejáveis causados pela medicação, deve ser avaliado na Unidade Básica de Saúde (UBS) para definição da conduta terapêutica a ser tomada, garantindo a integralidade da assistência e evitando o abandono do tratamento. (1) A PQT (poliquimioterapia) é notavelmente segura e os efeitos adversos graves […]

É comum a presença de linfonodos aumentados retroauriculares?

O linfonodo aumentado é um achado frequente em atenção primária à saúde. Na maior parte das vezes, representa uma resposta adaptativa normal a um estímulo imunológico ou infeccioso, no entanto também pode significar uma doença inflamatória ou neoplásica grave. Cabe ao médico uma estratégia racional de avaliação, protegendo de uma investigação invasiva e iatrogênica a […]

O que é Esclerose Múltipla e quais suas causas e sintomas?

A Esclerose Múltipla (EM) é uma das doenças neurológicas mais comuns em todo o mundo; é crônica e autoimune – ou seja, as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões no cérebro e na medula (1,2). Embora a causa da doença ainda seja desconhecida, a EM tem sido foco […]

Existe evidência científica para o uso da pregabalina no tratamento da dor crônica?

Sim. A pregabalina é conhecida, em diversos estudos clínicos, por sua eficácia no tratamento da neuralgia pós-herpética, neuropatia diabética dolorosa e fibromialgia, e recentemente no manejo de sintomas neuropáticos em pacientes com quadros álgicos crônicos nas costas e no pescoço (1-6). Também tem demonstrado ser uma alternativa custo-efetiva para casos de dor no pescoço refratária […]