Contato

SOF - Tipos de Profissional

Médico

Paciente em uso prolongado de corticoide oral: quando/como fazer a retirada gradual?

Pacientes em uso prolongado de corticoide são considerados com possível risco de supressão do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal nas seguintes situações: recebendo dose diárias totais maior ou igual a 10 mg de prednisona (ou outro corticoide em dose equivalente) por mais de 3 semanas; recebendo dose noturna maior ou igual a 5 mg de prednisona por mais […]

Casal não consegue engravidar e o homem apresenta varicocele: devemos encaminhar para o urologista?

Casais inférteis (mais de um ano tentando gestação espontânea), nos quais o homem tem varicocele, está indicado o tratamento cirúrgico para varicocele apenas se tiver as três condições: – o diagnóstico for clínico, quando a varicocele é identificada ao exame físico (e não somente por ecografia); – o espermograma for alterado (com exceção da azoospermia, […]

Como deve ser o manejo de micronutrientes em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica?

Os pacientes submetidos à cirurgia bariátrica estão sujeitos a graus variados de deficiência de micronutrientes (sais minerais e vitaminas) a depender do procedimento realizado (restritivo, desabsortivo ou misto). Procedimentos desabsortivos e mistos estão associados com maiores deficiências.

Resultado de exame citopatológico (CP) que indica atrofia com inflamação, qual a conduta?

O resultado de um exame citopatológico do colo de útero indicando atrofia com inflamação é um achado normal no período climatérico. Quando não houver presença de atipias, não altera a rotina de rastreamento.

Quais os achados no exame físico do bebê que sugerem Anomalia da Diferenciação Sexual (genitália ambígua)?

Os achados no exame físico do bebê que sugerem Anomalia da Diferenciação Sexual diferem conforme a aparência externa da genitália. – Genitália com aparência feminina: adesões entre os pequenos lábios, massa inguinolabial (suspeita de massa ou hérnia) ou clitoromegalia. – Genitália com aparência masculina: hipospádia perineal isolada; hipospádia associada à criptorquidia (unilateral ou bilateral); hipospádia […]

Qual a conduta para um paciente com esteatose hepática vista em ecografia?

O achado ocasional de esteatose hepática deve ser seguido de avaliação clínica e laboratorial. A esteatose ecográfica pode ser devida ao uso de álcool ou não alcoólica – associada a doenças como obesidade, diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica e dislipidemia. Deve-se abordar o uso de álcool e recomendar redução ou abstenção conforme o caso.

Como tratar a depressão na gestação?

A indicação de tratamento da depressão maior unipolar na gestação é estabelecida conforme a gravidade do quadro depressivo: está indicado psicoterapia em casos leves a moderados (cinco a seis sintomas depressivos e sem sinais de gravidade) e farmacoterapia em casos graves (sete a nove sintomas depressivos). Pacientes com sinais de gravidade, como risco de suicídio […]

Qual o intervalo máximo entre as doses de penicilina G benzatina para o tratamento da sífilis latente ser considerado adequado?

A farmacodinâmica da penicilina benzatina sugere que o intervalo ideal entre as doses para o tratamento da sífilis latente é de 7 a 9 dias, devendo ser respeitado, sempre que possível. No entanto, a experiência clínica sugere que um intervalo de 10 a 14 dias entre as doses é considerado aceitável, antes de reiniciar outro […]

Quais são as medidas não farmacológicas indicadas para tratamento da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)?

As medidas não farmacológicas recomendadas no tratamento da DRGE são: – perda de peso em pacientes com IMC acima de 25 ou ganho de peso recente; – evitar refeições 2 a 3 horas antes de deitar, especialmente com alimentos gordurosos; – elevação da cabeceira da cama (15 cm) com “tacos” ou “blocos” (principalmente se sintomas […]

Deve-se retirar a sulfonilureia quando for iniciada a insulina em pacientes com diabetes tipo 2 usando metformina e sulfonilureia em doses máximas e sem controle glicêmico adequado?

Não é necessário retirar a sulfonilureia ao iniciar insulina NPH em pacientes com diabetes tipo 2. A manutenção do uso da sulfonilureia durante o início do tratamento com insulina NPH (insulina basal) está associada ao uso de doses 30% menores de insulina, menor risco de hipoglicemias e menor ganho de peso.