Contato

SOF - Tipos de Profissional

Dentista Assinar Feed RSS

Quando investigar a presença de cárie oculta?

Deve-se investigar a cárie oculta na presença dos seguintes sinais clínicos: opacidade e alterações na pigmentação. Neste contexto, a prevalência é alta em adultos jovens, merecendo atenção especial.

Qual o sistema adesivo deve ser utilizado durante a técnica de dentina úmida?

Durante a utilização da técnica de adesão à dentina úmida os sistemas adesivos mais recomendados são os que contêm em sua composição os solventes álcool ou acetona (1,2,3). A razão do melhor desempenho desse tipo de solvente em dentina úmida é que, após a desmineralização e exposição das fibras de colágeno, estas se mantêm expandidas […]

Quando indicar analgésicos não opióides de efeito anti-inflamatório em Odontologia?

Na Odontologia, os anti-inflamatórios não esteroides são indicados na resolução e tratamento da dor de carácter agudo. Auxilia também no tratamento da dor orofacial de natureza crônica, servindo como coadjuvantes no tratamento da doença periodontal, no tratamento da dor de origem endodôntica e na minimização da dor e do edema decorrente de procedimentos cirúrgicos oro-dentário(1).

É possível reimplantar um dente decíduo?

As lesões traumáticas em dentes decíduos ocorrem frequentemente na primeira infância, cuja prevalência varia de 4 a 41,6%, acometendo os dentes anteriores superiores, em especial os incisivos centrais. “Constituem uma situação de urgência, não só pelos danos causados aos dentes, mas também por determinarem impacto emocional e psicológico que envolve a criança e sua família”(1).

A remoção seletiva da dentina cariada é um tratamento eficaz em dentes decíduos?

Sim, a remoção seletiva da dentina cariada e o posterior selamento adequado da cavidade são capazes de reduzir significativamente o número de micro-organismos presentes e paralisar a progressão da lesão cariosa, além de prevenir exposições pulpares(1). O selamento que a restauração proporciona impede a entrada de nutrientes às bactérias remanescentes no tecido cariado, reduzindo significativamente […]

Qual é a toxicidade, o tempo de duração e as indicações e contra indicações de uso do anestésico local Articaína com Epinefrina?

A articaína apresenta toxicidade semelhante à da lidocaína, isto é os níveis plasmáticos para o início de reações tóxicas são de 4,5 μg/mL no Sistema Nervoso Central e de 7,5 μg/mL no sistema cardiovascular. A sobredosagem promove a estimulação inicial do Sistema Nervoso Central, seguida de depressão, convulsão e coma (1).

Qual a maneira correta de se enviar uma peça anatômica para a biópsia?

Os cuidados para uma adequada análise de material coletado de pacientes iniciam-se no momento da coleta da biópsia. É imprescindível a correta identificação da amostra, com identificação do paciente, origem da amostra (parte do corpo), data da coleta e, se possível, adicionar informações clínicas pertinentes ao auxílio diagnóstico ao patologista. Cuidados com a amostra tecidual […]

Existe protocolo de atendimento odontológico para pacientes portadores de anemia falciforme? Quais os cuidados a serem adotados durante o atendimento?

Existe protocolo para o atendimento a pacientes diagnosticados com anemia falciforme e diante da pesquisa realizada foi encontrado o seguinte protocolo:

Em caso de exposição pulpar, após a aplicação direta do hidróxido de cálcio P.A, pode-se utilizar o hidróxido de cálcio fotoativado seguido de sistema adesivo?

O cimento de hidróxido de cálcio fotoativado pode ser utilizado sobre o pó de hidróxido de cálcio ou sobre a pasta (feita com o pó e água destilada), como também pode ser utilizado como agente capeador direto sobre a exposição pulpar(1).

O bebê com fissuras labiopalatinas pode ser amamentado?

Sim, o aleitamento materno é essencial para o desenvolvimento estomatognático do bebê com fissura labiopalatina, malformação congênita resultante da falta de fusão dos processos embrionários e na deficiência de união das placas palatinas entre a 4ª e 9ª semana de vida intrauterina.