Como manejar a interação entre anlodipino e sinvastatina?

Em pacientes que fazem uso de anlodipino e sinvastatina, a dose de sinvastatina não deve ultrapassar 20 mg por dia. Essa restrição deve-se ao risco de elevação do nível sérico de sinvastatina e ao aumento do risco de miopatia, incluindo rabdomiólise. O mecanismo dessa interação é incerto, mas pode envolver competição pelo CYP3A, pois os dois medicamentos são substratos dessa enzima.

Além do anlodipino, não se deve utilizar mais de 20 mg de sinvastatina concomitantemente ao uso de amiodarona. Deve-se atentar também para interação com outros antagonistas dos canais de cálcio, verapamil e diltiazem. Com o uso desses medicamentos, não se deve utilizar mais de 10 mg de sinvastatina por dia. São contraindicações ao uso concomitante de sinvastatina: itraconazol, cetoconazol, posaconazol, eritromicina, claritromicina, inibidores da protease, gemfibrozil, ciclosporina e danazol.as. Sangramento em paciente com plaquetopenia leve e moderada pode sugerir uma alteração funcional das plaquetas ou uma coagulopatia. Indivíduos com plaquetopenia e outros sintomas precisam de investigação adicional de acordo com os achados clínicos. Outras alterações hematológicas associadas, como anemia, leucopenia, leucocitose, geralmente sugerem um diagnóstico mais grave e devem ser investigadas. SOF relacionadas:
  1. Que opções de tratamento da hipercolesterolemia quando contraindicado o uso de sinvastatina?
  2. Quais as evidências dos benefícios versus efeitos adversos para o uso de sinvastatina para dislipidemia em idosos?
  3. A sinvastatina é a estatina mais adequada a ser empregada no SUS?
  4. Qual seria a estatina mais indicada e compatível com os recursos do setor público (SUS), a ser empregada em pacientes com glicemia aumentada?
  5. O uso de Sinvastatina pode apresentar eventos hemorrágicos como um de seus efeitos adversos?
  6. Há diferenças entre doses (alta vs baixa) de estatinas para prevenção primária de doenças cardiovasculares? E para prevenção secundária? Quais as doses estudadas e recomendadas?
  7. Quais riscos ao paciente da associação de Clopidogrel 75 mg com Atorvastatina? Em qual concentração de Atorvastatina pode ocorrer interação medicamentosa?
  8. Pacientes com níveis elevados de colesterol e triglicerídeos devem ser tratados com fibrato associado a estatinas ou usar apenas o fibrato? Depois de quanto tempo de tratamento repetir os exames para acompanhamento?