Como prevenir o prurido de cicatrizes crônicas pós queimadura?

O gerenciamento da cicatriz (não-cirúrgico) pós queimadura a curto e longo prazo está baseado na prevenção de prurido e requer emolientes/umectantes tópicos, proteção solar e massagem após a cicatrização.(1)

►Hidratação: Os melhores hidratantes combinam emolientes e umectantes. Os emolientes são usados para suavizar as escamas da pele, ajudando assim a reduzir a pele áspera e escamosa. Eles também são agentes oclusivos: substâncias que fornecem uma camada de proteção que ajuda a prevenir a perda de umidade (água) da pele. O óleo de coco tem sido amplamente utilizado como emoliente nas cicatrizes de queimadura porque é relativamente barato e facilmente disponível1. ►Massagem: As cicatrizes de queimaduras superficiais se beneficiam com a terapia de massagem que é psicologicamente benéfica para os pacientes, promovendo uma sensação de bem-estar controlando sintomas angustiantes de prurido cicatricial e auxiliando na mobilidade, quando em fase mais recente da cicatrização.(1) ►Resfriamento de áreas pruriginosas: o uso de compressas com água ou fitoterápicos na forma de chás/infusão de Coville (barbatimão), Calêndula officinalis L. (calêndula).(2) O prurido em cicatrizes profundas, como no caso do grande queimado, está relacionado a diferentes fatores externos. É preciso identificar quais agravantes externos estão influenciando em cada caso. Algumas sugestões de orientação são: Orientar banhos rápidos com temperatura amena; Uso de Ácido Graxos Essenciais (AGE) antes do banho para proteger a pele e após o banho para auxiliar na hidratação; Usar roupas com tecido confortável, preferencialmente tecidos de algodão e cuidar com roupas que causem atrito ou irritação; O prurido é um sintoma comum e angustiante que afeta a reabilitação dos pacientes queimados. É importante entender que a cicatriz pode ocasionar, além do prurido, dor que afeta a vida biopsicossocial da pessoa, principalmente em paciente grande queimado. Um aspecto importante é o potencial desses sintomas em reduzir a adesão ao uso da malha compressiva. Nestes casos, é ainda mais importante tratar, se necessário, com medicamentos. Revisão sistemática analisou as evidências sobre agentes terapêuticos para prurido em queimados durante o quadro agudo e recomendou o uso de anti-histamínicos (cetirizina e cimetidina) e gabapentina como agentes farmacológicos de primeira linha. Ondasetron e são medicamentos de segunda linha.(4) Para avaliação e tratamento bem sucedidos é preciso abordagem multidisciplinar holística. Cada membro da equipe tem um papel único a desempenhar na identificação e gerenciamento de sintomas nociceptivos (dor) e reuniões multiprofissionais são cruciais na coordenação das estratégias terapêuticas.(3) Com isso reforça-se o atributo da Atenção Primária em Saúde de Coordenação do Cuidado que requer a continuidade da atenção e comunicação efetiva entre os profissionais e usuário para que o cuidado aconteça de forma resolutiva promovendo a qualidade de vida. SOF Relacionadas: Qual a indicação de uso do óleo de girassol e do óleo de canola no tratamento de feridas? Quais plantas medicinais são indicadas para cicatrização de feridas? Vídeos relacionados: Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina - UEL. Centro de Tratamento de Queimados. A importância da malha compressiva após as queimaduras. 16/12/2015. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zKw0-qx8m-8 Romanoski PJ. Queimadura: avaliação e cuidado de feridas [Webpalestra].07/06/2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=pYw0dN0QD8M&t=1322s