É necessário realizar rastreamento do colo de útero em mulheres que realizaram histerectomia total?

Mulheres submetidas à histerectomia total por lesões benignas, a exemplo do mioma, sem história prévia de diagnóstico ou tratamento de lesões cervicais de alto grau ou câncer de colo de útero, podem ser excluídas do rastreamento, desde que apresentem exames anteriores normais. Idealmente, solicitar que a mulher leve o relatório médico da cirurgia ou da alta médica após o procedimento realizado.

A necessidade de encaminhamento ao ginecologista e a realização de ultrassonografia transvaginal dependerá das queixas atuais da mulher. Caso ela esteja assintomática não é preciso, neste momento.