É necessário suspender o aleitamento materno em casos de mães HbsAg +?

Embora no leite materno tenha sido identificada a presença do HBsAg sendo, teoricamente, possível sua transmissão por este meio, não se pode demonstrar que a prática do aleitamento materno artificial diminua a percentagem de transmissão observada em crianças amamentadas, portanto, não se pode contra-indicar, cientificamente, esse tipo de alimentação em filhos de mães portadoras. Além disso, resultados de um estudo de coorte indicaram que o aleitamento materno não tem influência negativa na resposta do anti-HBs e nas taxas de falência da imunoprofilaxia em crianças nascidas de mães portadoras de HBsAg.
Em relação à profilaxia, a imunização ativa através da aplicação da vacina contra hepatite B pode prevenir o desenvolvimento de portador persistente em 70-90% das crianças de mães portadoras de HBsAg +. A administração da imunoglobulina dentro de até 24 horas após o parto juntamente a primeira dose da vacina aumenta essa taxa para 85-90%. A vacina e a imunoglobulina podem ser administradas simultaneamente, porém em locais diferentes.
Ensaios clínicos randomizados (Grau de recomendação A) confirmam o acima exposto, ressaltando a importância da administração não apenas da vacina, mas também da imunoglobulina em recém nascidos de mães portadoras de HBsAg nas primeiras 12 até 24 horas após o parto. Comparado com somente vacina, a vacina mais imunoglobulina reduziu a ocorrência de hepatite (RR=0,54. IC 95%: 0,41-0,73).

SOF relacionadas:

  1. Uma criança com 1 mês e 16 dias de idade, ainda pode se vacinar com a dose da vacina Hepatite B na UBS?

Bibliografia Selecionada

  1. Ministério da Saúde. Comité Português para a UNICEF. Comissão Nacional Iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés. Manual de Aleitamento Materno. Lisboa: Comité Português para a UNICEF; 2007. Disponível em: https://www.unicef.pt/docs/manual_aleitamento.pdf. Acesso em: 22 maio 2015
  2. Lee Chuanfang, Gong Yan, Brok Jesper, Boxall Elizabeth H, Gluud Christian. Hepatitis B immunisation for newborn infants of hepatitis B surface antigen-positive mothers. Cochrane Database of Systematic Reviews. In: The Cochrane Library, Issue 3, Art. No. CD004790. Disponível em: http://cochrane.bvsalud.org/doc.php?db=reviews&id=CD004790. Acesso em: 22 maio 2015
  3. Hepatitis B and breastfeeding. Indian Pediatr. 1997 Jun;34(6):518-20.
  4. Wang JS, Zhu QR, Wang XH. Breastfeeding does not pose any additional risk of immunoprophylaxis failure on infants of HBV carrier mothers. Int J Clin Pract. 2003 Mar;57(2):100-2.