Gestantes podem ser submetidas a radiografias durante o tratamento odontológico?

As radiografias odontológicas são consideradas seguras para as mulheres grávidas em qualquer período da gestação(1,2). Entretanto, o profissional deve utilizar todas as medidas de precaução: utilizar o avental de chumbo e o protetor de tireoide, utilizar filmes radiográficos ultrassensíveis (filme E) e de menor tempo de exposição e evitar radiografias de rotina e repetições(3,4). No primeiro trimestre de gestação, as radiografias são limitadas às situações de emergência(5).

As gestantes são consideradas pacientes especiais por fazerem parte de um grupo de risco para doenças bucais e por apresentarem alterações físicas, biológicas e hormonais que criam condições adversas no meio bucal(6). É importante que o cirurgião-dentista informe a paciente gestante que o pré-natal odontológico deve ser realizado, uma vez que atrasar o tratamento pode resultar em problemas mais complexos, como infecções, que podem influenciar a saúde tanto a mãe quanto do feto. Além disso, as orientações de saúde bucal compartilhadas com a gestante podem proporcionar mudanças em seu comportamento, que poderão ser capazes de influenciar positivamente a saúde do seu bebê(7). Atributos da APS O acesso das gestantes aos serviços de saúde deve ser garantido para a realização do pré-natal, incluindo o odontológico. Dessa forma, as ações de promoção de saúde poderão ser realizadas, bem como os tratamentos necessários, promovendo a saúde materno-infantil.