Pacientes submetidas a histerectomia devem realizar o preventivo? Por quê?

O exame preventivo de câncer de colo do útero (CP – colpocitologia), como o próprio nome já informa, é realizado com o intuito de detectar lesões pré-cancerosas ou câncer de colo do útero em estágios iniciais com objetivo de tratar precocemente tais lesões.
Desta forma, mulheres que realizaram histerectomia parcial (retirada do corpo do útero, com permanência do colo do útero) têm indicação de realizara CP rotineiramente como qualquer outra mulher. (grau D)
Já mulheres que realizaram histerectomia total (retirada do corpo e colo do útero) não necessitam fazer mais CP de rotina. No entanto, isto não exclui a necessidade de avaliação periódica da mama e exame pélvico regular, a serem acertados com seu médico, levando-se em conta a idade e características clínicas de cada indivíduo. (grau D)
A única condição que pode ser considerada uma exceção, para mulheres que realizaram histerectomia total, é quando a cirurgia foi realizada para retirada de câncer de útero ou de colo do útero. Nestes casos a realização de CPs periódicos tem o fim de avaliar a recorrência do câncer e deve ser mantida.