Quais as indicações de Endoscopia Digestiva Alta em pacientes com sintomas dispépticos?

A dispepsia não-ulcerosa, também chamada dispepsia idiopática ou funcional, é definida como no mínimo 12 semanas consecutiva ou não de dispepsia persistente ou recorrente sem evidências de doença orgânica, não aliviada por defecação, e não associada ao início de alteração na frequência e no formato das fezes (o que pode indicar síndrome do intestino irritável).A dispepsia não-ulcerosa é diagnosticada após exclusão de outras causas de dispepsia. O padrão-ouro para este diagnóstico e diagnóstico diferencial de outras patologias com sintomas dispépticos é a endoscopia digestiva alta (EDA).
No entanto, devido à relação custo-benefício, pois este é um exame invasivo e com um custo mais elevado, não se indica realizar a EDA antes da realização de um teste terapêutico apropriado e nos pacientes que não apresentem sintomas de alarme, como vômitos, evidência de sangramento ou anemia, presença de massa abdominal, perda ponderal importante e disfagia.
Consideram-se indicações para endoscopia digestiva alta diagnóstica:

  • dor abdominal alta persistente apesar de um apropriado teste terapêutico (posologia e tempo de tratamento adequados);
  • dor abdominal alta associada a sinais e sintomas sugestivos de doença orgânica séria, como anorexia e perda de peso;
  • disfagia e odinofagia;
  • sintomas de refluxo gastroesofágico que persistem ou recorrem apesar de terapêutica apropriada;
  • vômitos persistentes de causa desconhecida;
  • sangramento gastrointestinal oculto;
  • acompanhamento de malignidade;
  • biópsia de intestino delgado;
  • avaliação de lesão aguda após ingesta de cáusticos.

São contraindicações absolutas para realização de EDA:

  • quando os riscos à saúde e à vida do paciente superam os benefícios do procedimento;
  • suspeita ou evidência de víscera perfurada.

São contraindicações relativas para realização de EDA:

  • grande divertículo de Zenker;
  • doença cardiopulmonar descompensada;
  • pacientes com coagulopatia (principalmente se planejado biópsia ou procedimento terapêutico).