Quais cuidados um Profissional de Saúde deve ter ao administrar Vitamina A em crianças?

Segundo o Manual de Condutas Gerais do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A(1), os cuidados são os seguintes:

• Verifique o rótulo do frasco para confirmar a dose de vitamina A contida em cada cápsula (100.000 UI ou 200.000 UI).

• Verifique a data de validade do suplemento (descarte as cápsulas vencidas e registre a perda no sistema de gestão do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A).

• Para abrir, torça a ponta da cápsula e puxe para cima.

• Não use alfinetes para abri-las ou outros objetos perfurocortantes, evitando, assim, ferir os dedos e contaminar o produto.

• Peça à criança para abrir a boca, suspenda levemente o queixo da criança e segure-o, apertando firmemente com a outra mão os lados da cápsula até derramar todo o conteúdo.

• O profissional de Saúde que administrar a dose de vitamina A na criança deve ficar atento para garantir que ela engula todo o conteúdo da cápsula e não derrame nenhuma gota.

• Caso a criança cuspa o produto, não se deve administrar outra cápsula.

• Coloque as cápsulas usadas no recipiente apropriado para descarte.

É importante frisar que a reserva adequada de vitamina A em crianças e mulheres reduz em 23% a mortalidade infantil e em 40% a mortalidade materna. Não há contraindicações para a administração de suplementos de vitamina A para crianças. Geralmente, não há efeitos colaterais, mas é possível que a criança coma menos durante um dia, vomite ou sinta dor de cabeça. Avise à mãe que isso é normal, que os sintomas passarão e que não é preciso nenhum tratamento específico. Medicamentos ou suplementos vitamínicos que estejam em uso concomitante com a administração da Vitamina A devem ser informados a um profissional médico anteriormente(2).