Quais exames devemos solicitar para identificar o tipo exato de HPV contraído, visto que há mais de 100 tipos?

Há testes que identificam vários tipos de HPV (captura híbrida, hibridização in situ e genotipagem), mas seu valor na prática clínica não está claro, e as decisões quanto às condutas clínicas não devem ser feitas com base nesses testes, mas em alterações celulares observadas pela colpocitologia oncótica. Assim, não é recomendável, na rotina, a triagem de infecção subclínica pelo HPV(1,2).

O HPV é uma sigla em inglês (Human Papiloma Virus), em Português significa Papiloma Vírus Humano, a doença manifesta-se como verrugas em região genital é é considerada uma doença de transmissão sexual. Um grande problema é que nem sempre aparecem verrugas, principalmente nas mulheres, que pode ser afetadas por uma das principais complicações do HPV, que é o Câncer de Colo de Útero(1,2).   As medidas de prevenção são a educação, uso do preservativo e vacinação. No quesito educação, deixamos a indicação de alguns vídeos no nosso canal de Youtube que podem ser acessados mesmo sem senha e assistidos com toda equipe e se considerarem adequado, usado como material educativo para pacientes(1,2).   O diagnóstico do condiloma acuminado é clínico e pode ser confirmado por biópsia. Entre as técnicas utilizadas para o diagnóstico das lesões anogenitais induzidas por HPV, recomendam-se os seguintes exames: Colpocitologia oncótica de colo uterino; Citologia oncótica anal; Colposcopia; Anuscopia e Histopatologia(1).   Atributos da APS Acesso:  O custo de uma dose da vacina do HPV (são 3 doses no total), fica entre R$200,00 e R$400,00. É caro, porém mais custoso ainda é tratar uma pessoa com câncer causado pelo HPV. O SUS garante esse acesso á prevenção através das vacinas, sem falar da disponibilidade de preservativos e ao preventivo de câncer de colo de útero. Sof Relacionada: Núcleo de Telessaúde Rio Grande do Sul  - BVS APS - SOF Segunda Opinião Formativa , ID: sof-44, 19 dez 2007 A adição de rastreamento para infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV) aumenta a detecção de lesões intraepiteliais de alto grau e carcinoma in situ?