Quais orientações os Agentes Comunitários de Saúde podem passar aos pacientes acamados e seus cuidadores?

Conforme diretriz do Projeto Telessaúde/RS e respeitando as características do processo de trabalho na Estratégia de Saúde da Família, recomendamos que todas as respostas de consultorias solicitadas por Agentes Comunitários de Saúde (ACS) sejam discutidas conjuntamente com o supervisor dos ACS dentro da equipe.
Segundo o Manual de Assistência Domiciliar na Atenção Primária à Saúde publicado pelo Ministério da Saúde e desenvolvido pelo Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição são atribuições do ACS no cuidado domiciliar:

  • Comunicar a equipe de saúde a necessidade de avaliação da pessoa para Atenção Domiciliar.
  • Estabelecer forma de comunicação participativa com a família.
  • Orientar cuidados com o lixo originado no cuidado do usuário e do lixo domiciliar (separação, armazenamento e coleta).
  • Servir de elo de comunicação entre a pessoa, a família e a equipe.
  • Identificar e mobilizar, na comunidade, redes de apoio ao plano de Atenção Domiciliar pactuado com a família.
  • Registrar os atendimentos.

Além disso, o Manual sugere que todos os casos de pacientes acamados sejam discutidos em equipe e as decisões da equipe poderão ser repassadas pelos ACS (Servir de elo de comunicação entre a pessoa, a família e a equipe.). Então, orientações sobre higiene do acamado, sobre ventilação do ambiente, exposição ao sol, mudanças de decúbito poderão fazer parte do plano de cuidado proposto pela equipe para ser orientado pelo ACS daquela família. Além disso, é importantíssima a ação do ACS na verificação da forma como a medicação está sendo administrada e se esta é a prescrita pelo médico da equipe.
Devido à disponibilidade do Manual na internet (vide bibliografia utilizada) sugerimos que o mesmo seja lido e discutido em reunião de equipe para implementação das estratégias sugeridas.

Bibliografia Selecionada

  1. Brasil. Ministério da Saúde. Grupo Hospitalar Conceição. Manual de assistência domiciliar na atenção primária à saúde; organizado por José Mauro Ceratti Lopes [Internet]. Porto Alegre: Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição, 2003 [citado 2009 Jul 1]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/Manual_Cuidadores_Profissionais.pdf