Quais são as indicações de encaminhamento para cirurgia bariátrica?

O tratamento cirúrgico da obesidade (cirurgia bariátrica) pode ser indicado nos pacientes com IMC ≥ 40kg/m² ou em pacientes com IMC ≥ 35 associado a comorbidades como: risco cardiovascular maior que 20% em dez anos, doença cardiovascular, hipertensão arterial de difícil controle, diabetes mellitus de difícil controle, síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono (apneia do sono) e doença articular degenerativa.

Pode ser indicado também após falha no tratamento conservador (mudança de hábitos, realização de dieta, atividade física, farmacoterapia e atenção psicológica) por pelo menos dois anos. Nesses casos, deve-se encaminhar o paciente para a especialidade cirúrgica obesidade mórbida. Pacientes com suspeita de obesidade por síndrome de Cushing ou acromegalia devem ser encaminhados para avaliação com endocrinologista.

Bibliografia Selecionada

1. Duncan BB, et al. (Org.). Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidências. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013. 2. Brasil. Ministério da Saúde. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Protocolos de encaminhamento da atenção básica para a atenção especializada: endocrinologia e nefrologia [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde, 2016:27p. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/protocolos_AB_vol1_Endocrinologia_Nefrologia.pdf 3. Gusso G, Lopes JMC. (Org.). Tratado de Medicina de Família e Comunidade: princípios, formação e prática. Porto Alegre: Artmed, 2012. 4. Bray GA. Obesity in adults: drug therapy [Internet]. Waltham (MA): UpToDate, 2015. Disponível em: http://www.uptodate.com/contents/obesity-in-adults-drug-therapy