Qual a conduta para lesões herpéticas genitais na gestação no caso de primoinfecção ou recidivante?

Na primoinfecção, o tratamento recomendado para as lesões herpéticas na gestação consiste, em qualquer trimestre da gestação, em aciclovir 400mg, por via oral (VO), 3x/dia, durante 7 a 10 dias ou Aciclovir 200 mg, 5x/dia (7h, 11h, 15h, 19h, 23h, 7h…), por 7 a 10 dias. Recomenda-se retorno em uma semana para reavaliação das lesões, podendo prolongar o tratamento se a cicatrização estiver incompleta após 10 dias da terapia. Analgésicos orais podem ser utilizados, caso necessário(1,2).

Na recidiva das lesões herpéticas na gestação recomenda-se o Aciclovir 400mg, VO, 3x/dia, por 5 dias OU Aciclovir 800mg, VO, 2x/dia, por 5 dias(1).

Nos casos de primo-infecção na gestação ou se recidivas foram frequentes no período gestacional (seis ou mais episódios ao ano), pode-se realizar terapia supressiva, a partir da 36ª semana, com aciclovir 400mg, 3x/dia(1,2).

Outros antivirais também são citados na literatura para o tratamento do Herpes genital, como o valaciclovir, contudo não está disponível na  Relação Nacional de Medicamentos Essenciais – RENAME. Já o aciclovir comprimido está disponível na apresentação de 200mg(4).