Quando deve ser realizado o Teste do Pezinho e que doenças ele é capaz de detectar?

De acordo com o Manual de Normas Técnicas e Rotinas Operacionais do Programa Nacional de Triagem Neonatal o teste do pezinho deve ser idealmente realizado entre o 3º e 7º dia de vida.
Nunca antes de 48 horas de vida, pois os resultados podem não ser confiáveis. Se, por algum motivo especial, o exame não puder ser realizado no período recomendado, deve ser feito em até 30 dias após o nascimento.
No estado do Rio Grande do Sul, o teste do pezinho faz a detecção de Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito e Anemia Falciforme.

SOF relacionadas:
  1. O que é o “teste do pezinho”?
  2. O Teste do Pezinho pode ser realizado antes de 72h de vida do bebê?
  3. Qual o resultado mais confiável na questão do exame do pezinho: a coleta realizada no pé do bebê ou a realizada por punção venosa?
  4. Quando realizar o teste do pezinho? Se realizado fora do prazo, o resultado tem a mesma validade?
  5. Se o “Teste do Pezinho” for coletado com atraso (após o 7º dia) o diagnóstico será o mesmo ou sofrerá alterações?

Bibliografia Selecionada

  1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada. Manual de normas técnicas e rotinas operacionais do Programa Nacional de Triagem Neonatal. Brasília: Ministério da Saúde; 2004. (Série A. Normas e Manuais Técnicos). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/triagem_neonatal.pdf Acesso em: 24 agosto 2009.
  2. Política Estadual de Triagem Neonatal [Internet]. Porto Alegre: Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Secretaria de Saúde. 2009 [citado 2009 Ago 21]. Disponível em: http://www.saude.rs.gov.br/wsa/portal/index.jsp?menu=organograma&cod=1239 Acesso em: 24 agosto 2009.