Que orientações técnicas o Agente Comunitário de Saúde deve passar aos pais sobre os cuidados de seus filhos com catapora?

A “catapora” (também chamada de varicela) apresenta cura espontânea, mesmo sem tratamento. Contudo, algumas medidas simples ajudam a aliviar os sintomas.
A criança deve ser estimulada a tomar grandes quantidades de líquidos, para evitar desidratação. Como a parte interna da boca também pode ser afetada pelas lesões, deve-se evitar comida muito salgada e estimular a ingestão de sopas, para tornar a deglutição mais fácil.
As unhas devem estar sempre limpas e curtas, para que as lesões não piorem ou se tornem infectadas, diminuindo a chance de cicatrizes. Uma boa dica é aconselhar que os pais coloquem meias nas mãos das crianças à noite, de modo que elas não consigam coçar as lesões enquanto dormem.
As crianças também não devem utilizar roupas apertadas, dando preferência para tecidos macios e leves, como o algodão.
Os cuidados com higiene também são sempre fundamentais.
Loções para reduzir a coceira e analgésicos podem ser prescritos pelo médico para melhor controle da dor e da febre. Contudo, é muito importante salientar que pessoas com “catapora” não podem fazer uso de medicamentos contendo AAS (Ex: Aspirina®, Melhoral®) pois o Ácido Acetil Salicílico (AAS) pode causar complicações graves em pacientes com “catapora”.