Que tipo de roupas os trabalhadores expostos ao sol devem usar para prevenir o câncer de pele?

Inexistem estudos para esta solicitação. Porém as recomendações para prevenir o câncer de pele são universais.
No trabalho ao ar livre oriente para que utilizem, chapéus de abas largas, roupas de algodão, camisas de manga longa, calça comprida.
Devem utilizar óculos escuros e protetor solar.
Oriente para que procurem lugares com sombra, sempre que possível, que evitem trabalhar nas horas mais quentes do dia. Para que evitem a exposição solar no horário de 10 às 15 horas, quando o sol é mais forte. Para que planejem as atividades em áreas descobertas cedo pela manhã ou no final da tarde.
Crianças e adultos devem passar o protetor solar 15 a 30 minutos antes da exposição solar, e a aplicação deve ser repetida a cada 2 horas. O protetor solar deve ser reaplicado após contato com água ou sudorese intensa. O protetor solar recomendado deve possuir o Fator de Proteção maior ou igual a 15. A quantidade a ser usada deve ser a suficiente para formar uma camada espessa, a qual em um adulto corresponde a cerca de 30 a 35 ml por aplicação. Os filtros solares em gel ou spray saem mais facilmente e os sprays não formam uma camada homogênea e espessa. A maioria dos géis contém álcool, podendo irritar os olhos. Por isso só devem ser utilizados em situações específicas, como em pacientes com acne ou em áreas com grande quantidade de pelos.
Oriente-os para usarem o protetor solar em dias nublados. Nesses dias também há radiação solar.

Bibliografia Selecionada

  1. Cummings SR, Tripp MK, Herrmann NB. Approaches to the prevention and control of skin cancer. Cancer Metastasis Rev. 1997 Sep-Dec;16(3-4):309-27.
  2. Garbe C, Buettner PG. Predictors of the use of sunscreen in dermatological patients in Central Europe. Prev Med. 2000 Aug;31(2 Pt 1):134-9. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0091743500906819. Acesso em 16 abr 2015
  3. Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Radiação Solar [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde: 2008 [citado 2008 Set 1]. Disponível em: http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=21. Acesso em 16 abr 2015